Mapa mental: como usar essa poderosa ferramenta

athenas Estudo

Mapa mental é uma ferramenta muito poderosa para auxiliar na memorização de conteúdo e na organização de eventos. E, apesar de no primeiro momento parecer complexa, é bem simples. O escritor inglês, Tony Buzan, é considerado o criador do mapa mental. Sua ferramenta é eficaz pois foi criada com base no funcionamento do cérebro. Mas afinal, como funciona? Para facilitar a sua compreensão, pense em uma árvore. Seu tronco é o tema central usado no mapa mental e seus galhos, são as ramificações que resumem aquele tema. De acordo com o escritor, nosso cérebro capta e guarda com maior facilidade as informações que estão em desenhos simples e palavras-chave, condensando o conteúdo principal.

“Com os mapas mentais é possível fazer conexões e ter uma visão mais ampla do assunto. Além de uma rápida compreensão do tema, aprendendo, criando, resumindo, compartilhando e descobrindo formas de aprendizagem distintas. Um método muito prático e eficaz que o Athenas Grupo Educacional instrui os professores para aplicarmos em sala de aula. Podendo utilizar ferramentas tecnológicas e online para a criação dos mapas mentais e conceituais”, relatou a professora de Psicologia da FAP, Jaqueline Valéria.

Materiais necessários

É mais indicado que o mapa mental seja feito à mão, dessa maneira a memorização é mais eficaz. Portanto, antes de preparar um mapa mental, providencie folhas em branco, canetas coloridas e marca-texto. Seja o mais criativo possível com o pouco material que tiver em mãos! Faça desenhos, mesmo que simples. Pois isso irá ajudar o seu cérebro a buscar essas informações na memória durante uma prova, por exemplo.

Defina o tema principal e pesquise

Os mapas mentais desdobram um tema central, em palavras-chave e imagens. Dessa maneira, você precisará definir bem qual será o tema do mapa que irá criar. Por exemplo, se você tem uma prova de História sobre segunda guerra mundial, esse será seu tema central. Além disso, é importante que você pesquise bastante esse tema, antes de ir condensar as informações. Afinal, ficará impossível separar em tópicos um tema que você não tem um grande conhecimento sobre. Então, estude, pesquise e só então comece a criar seu mapa.

Palavras-chave

Pense que o mapa mental é uma maneira de resumir um conteúdo extenso, em algo que seja fácil de memorizar. Portanto, tente não utilizar frases compridas. Pois elas gastam muito do seu tempo para escrever e ainda transformam o seu mapa em um resumo. Aposte em, no máximo, 2 palavras para cada ramificação do seu mapa mental. Assim ficará visualmente mais “limpo” e de fácil compreensão.

Comece a fazer

Depois de aprender sobre o que é mapa mental, como funciona, pesquisar o tema central e separar os materiais, finalmente chegou o momento de montar o seu. Pegue o papel em branco e, bem no centro, escreva ou desenhe o tema. Vale ressaltar que o nosso cérebro não funciona de maneira linear. Ora ele pensa em uma coisa, em seguida lembra de outra bem diferente e assim vai. Portanto, vá distribuindo as informações que forem relevantes, usando palavras-chave e canetas coloridas, ao redor do tema central.

Desenho

É importante dizer que você não precisa ser um grande desenhista. Pelo contrário! Você só precisa fazer desenhos simples, setas, linhas, para auxiliar na compreensão do conteúdo. Use a abuse das cores, quanto mais ousado, mais interessante será para o cérebro. Qualquer estrutura comum demais irá entediar o cérebro e você acabará distraído. Portanto, capriche na criatividade!

Para fazer o mapa online, utilize o Coggle

Fazer a mão o mapa mental é a forma mais indicada. Entretanto, nada impede que você crie do zero um online ou, quem sabe, digitalize um mapa mental que criou a mão. Para isso, nós indicamos o Coggle, que é gratuito e online, te dando a mobilidade de acessar os seus mapas mentais de onde você precisar. A premissa é a mesma e eles disponibilizam algumas cores e emojis para utilizar na versão gratuita.

Vai criar seus próprios mapas mentais? Então, poste fotos em suas redes sociais com a hashtag #meumapaAthenas para a gente ver o quanto você é criativo.